Operação PF: Degmar Pereira, candidato a deputado estadual pelo PTB, é preso em Anápolis

A operação da Polícia Federal faz parte da 4º fase do Registro Espúrio

Por Redação 18/09/2018 - 13:11 hs
Foto: Divulgação

Ex-superintendente Regional do Trabalho em Goiás, o anapolino Degmar Jacinto Pereira foi preso nesta terça, 18, em Anápolis, na investigação da Polícia Federal por corrupção passiva, ativa, falsificação de documento público e lavagem de dinheiro.

Degmar, de 30 anos, já foi filiado ao Solidariedade e atualmente é candidato a deputado estadual pelo PTB. O bacharel em direito também já foi presidente do Anápolis Futebol Clube, time tradicional da cidade. Recentemente Degmar anunciou que tem apoio do deputado federal Jovair Arantes para a eleição estadual.

A operação da PF faz parte da 4º fase do Registro Espúrio. O total de mandatos de busca e apreensão é de 16, com 9 prisões em Brasília, Goiânia, Anápolis, São Paulo e Londrina (PR).

Defesa

O advogado de Degmar Pereira, Regis Oliveira, se pronunciou sobre o fato e disse que em ocasiões como essa prisão, não se utiliza mais a condução coercitiva. Regis afirmou que o ato é meramente político, já que Degmar não é indiciado em nenhum processo. ''Perseguição política da parte do partido do qual ele pertence'', disse.

Cotado

Nos bastidores do ramo esportivo, o nome de Degmar Pereira é o mais cotado para assumir a presidência do Anápolis FC na eleição em novembro.

Veja o pronunciamento do advogado: