Trabalhadores imigrantes em Goiás aumentam 319% em 8 anos

Setores industrial e de serviços absorvem mão de obra estrangeira, proveniente sobretudo da América do Sul

Por Administrador 14/08/2018 - 15:07 hs
Foto: Site UFG
Trabalhadores imigrantes em Goiás aumentam 319% em 8 anos
O senegalês Alioune Niang espera o dia em que obterá o visto permanente do Brasil (Pedro Lopes)
Entre 2009 e 2016, a população de estrangeiros empregados no estado aumentou 319%. É o que mostra a tese da pesquisadora Lilian Suzuki, defendida no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Goiás (UFG), com base nos dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério do Trabalho, cujo último levantamento foi feito em 2016.
Em 2008, eram 364 imigrantes trabalhando formalmente em Goiás. Já em 2016, este número aumentou para 1.528. Para a pesquisadora, o que mais surpreendeu, com a pesquisa intitulada Trajetórias ocupacionais de imigrantes no mercado de trabalho formal brasileiro, foi o aumento de trabalhadores estrangeiros provenientes do hemisfério sul. "Durante o período analisado, destacam-se os fluxos de imigrantes argentinos, bolivianos, paraguaios e uruguaios", explica.

Vida melhor
Apesar da forte escalada, imigrantes representavam apenas 1,32% da população goiana empregada em 2016, contra 0,74% em 2008. Suzuki explica que essas pessoas querem, principalmente, trabalhar e conseguir sustentar a família que ficou no país de origem ou que está aqui.
Nos últimos anos, o desenvolvimento industrial no estado, em setores como transformação, alimentos, fabricação de remédios e automóveis, atraiu grande parte desses imigrantes. O setor de serviços, assim como o de abate de suínos, aves e outros animais, também merecem destaque.
Outro ponto ressaltado pela pesquisadora é a formação de redes. "Como a quantidade de haitianos tem crescido bastante em Goiás, principalmente em Anápolis, Goiânia e Aparecida de Goiânia, quando um grupo vem e consegue obter êxito, começam a vir outros através das redes de contatos estabelecidas".